segunda-feira, 24 de maio de 2010

Voo solo.

                        Pela primeira vez na vida eu iria para longe, mamãe me permitiria voar fora do ninho para aprender a voar, era com pesar que fazia isso, mas como toda mãe ela sabia que eu tinha que partir.
                       Na primeira aula de voo mamãe e papai mostraram para mim e para os meus irmãozinhos como se voava, parecia tão fácil, mas quando tentamos, caímos, não voávamos direito, mas nossos pais estavam lá, nos erguiam e faziam prosseguir, um mês ou mais depois, todos sabíamos voar e eu estava um tanto inseguro, era difícil abandonar o meu lar, mas precisava ir em busca da minha família.
                      Nos reunimos em fila, cada um se despedia um do outro e voava para o céu, eu fui o último, meus pais me encorajaram, nos despedimos e eu voei, ao encontro do futuro, em direção ao desconhecido,  meus pais sabiam que naquele momento eu estava pronto e de alguma forma eu também sabia.




                                    Escrito por B.

Nenhum comentário:

Postar um comentário