quarta-feira, 24 de novembro de 2010

O mundo ainda não está perdido...

 "Meu mundo está acabado" pensei
Enquanto ouvia uma música fúnebre tocar ao longe
Fechei os olhos e me deixei levar
Ignorei a escuridão em que meu mundo se encontrava

Eu fechei meus olhos e parei de ouvir
O grito de uma mulher ao longe me agonizava 
Uma boba havia caído perto
Alguém estava atirando em uma arma ao longe

Parei de ver
Ao longe um garoto chorando de medo 
Um homem apontava a arma para a cabeça de uma criança
Ao meu lado gente caía morta ao chão

Parei de negar          
O mundo finalmente perdera a paz.
Nos tornamos animais
 Escravizados pela violência

Até quando isso vai durar?
 Até quando vamos aguentar?
Será que já perdemos nossa humanidade?
Será que ainda existe bondade?

Ao longe eu vejo um jovem derrubando o homem com a arma
Uma jovem cuidando do garoto abandonado
Vejo crianças rezando pelos mortos ao meu lado
Um jovem rapaz estende a mão para mim.

"Venha, ajude-nos a trazer paz" 
Eu sorri, a paz ainda é possível, essa era a minha resposta.
O rapaz espera uma resposta, eu seguro sua mão e respondo
"Sim, o mundo ainda não está perdido"















Bibiana Maria Pivato Carneiro
B.M.P.C

Nenhum comentário:

Postar um comentário