segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

O sol...

Lá está ele, grande e imponente, nascendo no horizonte, e iluminado o dia que acaba de despertar.
Junto com seus primeiros raios, os pássaros cantam em uníssono, formando a mais bela sinfonia saudando o nosso astro rei.
As flores se abrem e levemente o orvalho que se formou nelas é tocado pelo sol, dando um espetáculo de beleza, e não sabemos qual é o mais bonito, se é o sol nascendo, ou a rosa sendo iluminada por ele.
E então, eu observo tudo em volta, e me preparo para mais um dia de trabalho, de luta, de sonhos, de aventuras, pronta para viver o meu presente, e fazer com que o nascer do sol, seja cada dia mais belo, pois a vida é bela, e o sol nos lembra que ela está aí para ser vivida, e não desperdiçada! Então hoje pare e pense, no que está fazendo com a sua vida... E se tiver que mudar, mude já, não espere para o próximo nascer do sol...


Por B.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Angel...

A bruma da noite me rodeava naquela bosque fúnebre, tão vivido e assustador, com várias criaturas, tanto naturais quanto sobrenaturais, e eu não fazia parte de nenhuma delas, e o que eu estava fazendo ali, era com certeza, uma loucura, e uma loucura das grandes.
Eu sabia que era uma besteira enorme procurar qualquer pessoa ali, qualquer pessoa normal não seria burra o suficiente para ir no bosque no meio da noite, mas a pessoa que eu estava procurando não era normal, e com certeza eu era uma idiota por estar ali.
-Eu falei para manter distância do bosque a noite - eu ouvi a voz dele, atravessando os meus ouvidos, e me deixando mais calma, eu me virei e o vi ali, tão perfeito e assustador, com aquelas asas mais brancas que as nuvens, o cabelo negro caindo nos olhos, e os olhos azuis que parecia ter uma eletricidade natural, além da aura dourada e clara que Rafael tinha.
-Eu sei, mas eu precisava falar com você - eu respondi, e o olhei, ele estava sentando em um dos galhos do maior carvalho que eu já havia visto, e como de costume, tudo em sua volta estava iluminado.
-Angel...- ele murmurou o meu nome e suspirou bravo, mas não conseguiu me olhar com reprovação, ele não conseguia ficar bravo comigo.
-Eu sei o que você disse Rafael, mas simplesmente não dá! Será que você  não entendeu ainda? Você pode ser um anjo, e eu ainda uma aprendiz, mas o fato é que nem eu nem você conseguimos ficar longe um do outro, então é melhor pararmos de tentar - eu falei subindo no carvalho, e sentando do lado dele, Rafael suspirou e olhou para as estrelas.
-Não podemos lutar contra isso, não é verdade? - ele falou e passou a mão no cabelo, eu sorri e balancei a cabeça negativamente.
-Não não podemos, isso vai além da nossa vontade - eu respondi, Rafael passou o braço em volta da minha cintura me abraçando, e me envolvendo com uma de suas assas.
-Eu também cansei de ficar longe de você, mas eu esperaria até o seu treino terminar - ele falou e eu puxei seu rosto para que ele me olhasse.
-Eu estou quase terminando o meu treino, e eu já cansei dessa chatice, é só enrolação até o mês que vem - eu falei séria, e Rafael riu, e me abraçou, e com um impulso, ele saiu voando comigo.
-Bem, então no mês que vem, finalmente você vai tomar um rumo, hein? - ele falou para mim sorrindo e em tom de brincadeira, só porque eu não tinha decidido que tipo de anjo eu ia ser, não significava nada. Só que eu ainda não havia pensando no que fazer.
-Espero que sim, eu não faço a mínima ideia do que eu quero fazer - eu falei um pouco mais séria, enquanto flutuávamos, por entre as nuvens, Rafael sorriu e aproximou seu rosto do meu.
-Venha ser minha aprendiz, e tentar uma vaga junto com os guerreiros do céu - ele disse para mim, eu o olhei um pouco assustada, mas sorri. 
-Eu pensei que só quem tivesse forma masculina poderia ir - Rafael sorriu e piscou para mim.
-Só quem merece pode ir, e poucas meninas gostam de lutar, mas acho que você é uma excessão - ele falou, e, bem era verdade, lutar não era uma má ideia.
-Certo, eu vou - eu falei para o meu arcanjo, e ele sorriu, e depois, me beijou, e entendi que aquilo significava que estava combinado, e que finalmente eu estava seguindo o meu futuro, e um futuro grandioso.

Por B.


quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

O futuro só depende de mim.

O sol brilha lá fora, e me chama para um lugar que eu não conheço, e que não sei porque estou ansiosa para ir, o vento ri  e bagunça meus cabelos, entrando na janela que deixei aberta, ele assim como o sol, está me chamando para algum lugar.
 Abro a porta de minha casa, e saio, andando para algum lugar, que eu não sei onde é, mas sei que algo está me esperando.
Meus pés me levam a beira do mar, a água está clara, e ao mesmo tempo que calma, ela se agita assim que meus pés são tocados por suas ondas, e a areia suja meus pés.
Olhando para o horizonte, percebo que a sociedade não é tão perfeita, que a minha falsa paz está se destruindo, e que eu não estou em paz, e nada está bem, apesar de eu dizer mil vezes "Tudo está bem", a verdade é que eu sei o que eu devo fazer, e pela primeira na vida não estou com medo de dizer o que penso.
Já sofri demais querendo ser alguém que eu não queria ser, agora sou eu que mando em minha vida, e eu sei o  que fazer, não vou ter medo de provar que tudo que diziam está errado, não tenho mais medo da sociedade, pois não sou mais uma vítima, da sua falsa modernidade.
Olho para o mar, e vejo que a imagem está se desfazendo, e que meus olhos piscam, vendo o teto do meu quarto, a janela aberta, o vento batendo em meu rosto, o sol iluminando o meu redor, e o cheiro do mar. Lentamente eu acordo, e vou até a janela de meu quarto, e contemplo o mar, e a praia, lembrando que eu havia saido da pequena cidade de meus pais, e seguindo o meu futuro, ignorando o povo que dizia ser loucura, eu estava lá, o mar me aclamava, e todas as portas estavam abertas, o sucesso só dependia de mim, e eu estava lá, dando um passo em direção ao futuro que eu sempre quis.

Por: B.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Resenha do Livro: A princesinha.

A princesinha é um livro de Frances Hodgson Bunett (mesma autora de O Jardim Secreto), este livro conta a história de Sara Crewe, filha do Capitão Crewe. Eles moram na Índia, até que Sara vai para um internato em Londres. Lá ela logo de cara não gosta da Dona do Internato, Miss Michin, que só pensa em dinheiro e se promover com o dinheiro de Sara, e não gosta dela por Sara ser mais inteligente do que ela. Lavinía, que era a aluna preferida antes da chegada de sala não gosta dela. Sara vira amiga de Emergarde, e "mãe adotiva" de Lottie, e também vira amiga de Becky, uma menina que é uma empregada lá. Mas então em um aniversário de Sara, algo acontece, e ela perde todo o seu dinheiro e seu pai. E ela tem que aprender a ser uma princesa, mesmo sem ser rica. Foi um dos primeiros livros que eu li, é um clássico infanto-juvenil da literatura, e nos ensina que não importa o que aconteça você pode sempre seguir os seus sonhos, e ser feliz.


Por B.
Recomendo a leitura :)

domingo, 9 de janeiro de 2011

Noite de Verão!

O doce som da madrugada traz a inspiração
O ar quente desta noite de verão
me faz vagar
e mil coisas imaginar

Imagino o que aconteceria se eu começasse a cantar!
Minha mãe acordaria e iria brigar!
Isso me lembra que é tarde
E enquanto eu nem dormi, tem gente que acaba de acordar

Passei mais uma noite em claro
Pensando em mil coisas
Diferentes e lindas...
Coisas sobre a mesma pessoa...

Imaginei o calor de seus lábios
sua voz chamando meu nome...
E esta noite, passei a noite em claro, imaginando... Você, ao meu lado!







Por B.




Oi gente, se gostou, segue, e comenta!!
:)

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Resenha dos livros: Terra das Sombras.

Atenção contem Spoillers!! 
Terra das Sombras, é o terceiro livro da série "Os imortais" de Alyson Noel. Bem, depois que a Ever seguiu Roman, e condenou que ela e Damen, não pudessem mais trocar DNA, sem que Damen morresse, ela tenta de tudo para que Roman entregue o antítodo do antítodo. A minha impressão do livro é que Ever está desesperada para provar que é tão diferente do Roman, que acaba fazendo um monte de bobagens. Além da autora ter colocado um novo personagem o Jude (que é um surfista, bem lindo, e bem esquisito) e ter trazido as gêmeas Romy e Rayane para a terra, tirando elas de Summerland, bem a história fica uma confusão, mas sinceramente, eu fiquei muito curiosa para ver a continuação! A autora escreve muito bem, apesar da Ever ser meio burrinha e teimosa, ela só quer fazer o bem, e tem mais coisas, a autora termina a história de um jeito bem surpreendente. E muitas coisas são explicadas e descobertas. A continuação dessa história promete!

Bem gente, espero que gostem da minha resenha!! Não sei se ficou muito boa, mas recomendo o livro!! E a série!!!
Beijooos  da B.

Observações:
Da série já foram publicados os três primeiros livros no Brasil, com previsão para o quarto e o quinto livro ainda esse ano aqui!! Os livros estão sendo publicados pela editora Intrísteca!
Segue abaixo as capas dos livros já publicados aqui:

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Primeiro post do ano!

Oi gente,
eu sei que eu demorei para postar em 2011, mas aconteceu muita coisa nesse ano novo, então eu passei aqui para dar um simples "Oi!", e falar que eu vou tentar postar resenhas de livros, coisa que eu não sou muito boa, mas depois de ler várias, comecei a achar legal, bem, o blog está um pouco mudado, e mais mudanças vão acontecer!!
Bem, deixe seu comentário, crítica, e/ou sugestão! E se gostou do Blog, segue!!

Beijinhos da B.
Que em 2011 tudo de bom aconteça!!!!