quarta-feira, 23 de março de 2011

Três Palavras... Sete Letras...

Eu estava sentada no parapeito da janela, ela estava aberta,e o vento batia em meus cabelos. Era alto ali, um pulo e todos os meus problemas acabariam. Todas as dúvidas, dilemas, e conflitos teriam um fim. 
   Levantei, ficando de pé, no parapeito da janela, me segurando apenas nas beiradas. Era alto demais, era fácil demais acabar com tudo. Um passo em falso, ou um desequilíbrio, e tudo ficaria mais fácil. Fechei meus olhos, me preparando para pular, e me preparando para o impacto.
   -Nem ouse pensar nisso! - eu ouvi ele gritar, e me puxar de onde eu estava, para perto de si, virando meu rosto em direção ao seu.
-O-o que está fazendo aqui? - perguntei gaguejando, recuperando-me do susto, e tentando ignorar os choques elétricos, provocados pelo contato da minha pele com a dele.
-Impedindo você, de fazer uma burrice -  ele disse preocupado, olhando para mim, mas parecia um pouco bravo.
-E por que você se importa? - eu perguntei desviando meu olhar e tentando parecer indiferente.
-Porque, EU TE AMO! - ele falou me puxando para perto de si, e me beijando.
Três palavras, sete letras, e um garoto, salvaram a minha vida.

Por B.



P.s: não isso não aconteceu comigo -kk 

Nenhum comentário:

Postar um comentário