segunda-feira, 19 de setembro de 2011

.......

Ela sorri, ele sorri, os dois parecem o espelho um do outro, ela mexe no cabelo, ele bagunça o seu. Ela leva os olhos ao relógio, ele também, os dois tentam não cruzar olhares, mas os olhares se cruzam. Os sorrisos aparecem. 
Eles também parecem contrários, mas que se completam, ela mais tímida, ele mais extrovertido. Eles são melhores amigos. 
Ele a ama, ela não sabe, mas também o ama. Eles ficam em um chove não molha irritante, e eu tentando bancar o cupido só fico imaginando, que se tivesse tido essa chance não teria desperdiçado. 
Dou um sorriso sozinha, não posso pensar no passado, mesmo ele sendo bom, vou pensar na frente, ajudar que eles não cometam os mesmos erros, ajudar que pelo menos dessa vez, a história que era para se nossa, dê certo com alguém.

Por B,

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Sorrio para o sol...

O sol parece querer anunciar algo que possa me mostrar, que o mundo irá voltar ao seu rumo normal, que depois das tempestades e das Trevas, o sol e a Lua voltam a brilhar. 
A chama da vela arde, e me tira da escuridão da noite sem estrelas, e acordo, contemplando o sol, que nasce, trazendo o calor, e me fazendo sorrir. 
Mil pensamentos invadem a minha mente, e eu agradeço por estar vivo, e então deixo as imagens que só falam de você invadirem a minha mente, e mostrarem milhares de situações, das quais eu sei que a maioria, irão ficar apenas na minha imaginação.
Sorrio, para o sol, a noite já se foi, a chuva já passou, e de alguma maneiro, tempestades novas se aproximam, mas você está comigo, e Ele também, e dessa vez sei que vai ser bem fácil. 
Levanto a cabeça e olho para o horizonte, um longo caminho tenho a trilhar, mas sei que vou conseguir, se aprender que nem sempre seus amigos estarão lá, e que as pessoas erram muito, quando são egoístas. E que normalmente você não se dá bem dando a vida por aqueles que você ama, mas não te amam. 
Suspirando, eu dou um sorriso, espanto esses pensamentos que me deixam mal da cabeça, e só vejo o sol, deixo a luz me iluminar, e me lembrar de você. 


Por B.

domingo, 4 de setembro de 2011


"Eu estou com medo" um sussurro fraco foi pronunciado de meus lábios, eu tremia e me sentia sozinha naquele momento.
"Calma, eu estarei aqui com você" uma voz que vinha de dentro do meu coração respondeu, e eu me assustei. 
"Quem é você?"perguntei olhando em volta inutilmente, pois a escuridão não me deixava ver nada.
"Eu sou Deus minha filha, moro em seu coração, e em todos os lugares, não tenha medo estou com você" a voz sussurrou em resposta, eu sorri, a voz estava dentro de mim, não tinha o que temer. 
"Obrigada Senhor, por estar comigo, mesmo no meio disso tudo, e sinto muito por pensar que estava sozinha" eu sussurrei em resposta, e juro que vi a sombra de um sorriso em algum lugar.
"Não é porque você ache que está sozinha que você realmente está... Estive sempre aqui, mesmo quando não pode me ouvir... Lembre-se você nunca estará sozinha! Tenha fé..." e aquela voz me salvou, a escuridão continuava a mesma em volta de mim, mas algo dentro do meu coração começava a mudar, era uma chama que logo iluminaria o meu caminho... Era a chama da Fé.