quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Canção Da Felicidade.

935ce5dcb6a064ab9250961b4b325d84_large

A noite estava estranhamente gélida, mas para aquela garota ela parecia convidativa e serena. As luzes de ano novo estavam sendo acesas, e davam um certo clima mágico a cidadela que estava visitando. As pessoas sorriam, abraçavam-se, cantavam trechos de músicas e pareciam tão em paz, que aquela garota simplesmente sentiu um calor vindo de dentro do peito, que parecia ser capaz de ignorar o frio noturno.
O calor que ela sentia, era uma paz estranha que achou que nunca sentiria, olhou para o céu e sorriu, os fogos haviam começado, assim como uma cantoria, o povo cantava uma melodia que ela pensava não conhecer, mas estranhamente entoou junto, como se soubesse de cor cada acorde e letra. Ela não sabia, mas cantava a Canção da Felicidade, uma canção capaz de aquecer o coração e deixar aquele sorriso durar o ano inteiro em seu rosto. 
Naquele estranho momento ela sentiu-se capaz de realizar seus sonhos, vencer todos os obstáculos, ignorar todas as dúvidas, correr com um sorriso no rosto em direção ao seu futuro, vencer seus inimigos com uma rosa na mão. Ela sorriu novamente, fechando os olhos por um momento e absorvendo a magia do momento. 
Assim que abriu os olhos, ela se viu deitada em sua cama, olhou em volta, sentando e contemplando seu quarto, fora tudo um sonho, mas algo parecia ter mudado, um pequeno raio de sol entrava em seu quarto e por alguns momentos ela jurava ter ouvido a Canção de seu sonho. A garota sorriu, levantando, colocando sua roupa, e por algum motivo, uma felicidade invadia o seu peito, mal ela sabia que aquela felicidade vinha de que ela havia encontrado o seu futuro, havia encontrado os seus objetivos, e havia perdido o medo de não conseguir. A garota não sabia, mas a felicidade que sentia, duraria por muito tempo, pois ela nunca mais seria capaz de perder a fé em si mesma.  

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Resenha: Jogos Vorazes.

Sinopse: Este livro é o primeiro de uma bem-sucedida trilogia, comercializada para mais de 20 países, A história se passa em uma nação chamada Panem, fundada após o fim da América do Norte. Formada por 12 distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital, sede do governo. Uma das formas com que demonstra seu poder sobre o resto do carente país é com os ‘Jogos Vorazes’, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de 12 a 18 anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte. Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido Distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos ‘Jogos Vorazes’?





















Eu estava querendo ler esse livro fazia um tempo, tinha ouvido vários comentários a respeito, e então encontrei ele em uma das livrarias daqui, ou melhor dizendo, na livraria onde a maior parte dos livros que eu leio são e vão continuar sendo comprados. Bem, eu amei a capa, dá uma sensação de mistério não é mesmo? Bem, a capa do livro não é tão chamativa, mas ela tem seu potencial que é despertar a curiosidade. eu estava lá para ir ver outro livro (dos quais ainda tenho que comprar), quando vi esse,e e desisti do outro imediatamente, e bem, não me arrependi.
Jogos Vorazes é um ótimo livro, o universo que a autora criou é fantástico, o modo como Katniss narra é bem interessante, apesar das vezes a personagem chegar a ser irritante, não porque ela é pessimista, mas ela é muito estratégica, praticamente tudo o que ela faz é para mante-la viva. Se bem que desde que seu pai morreu, a personagem virou uma "sobrevivente", como a mãe do Peeta diz. Eu amei a Katniss, apesar dela ser estratégica, é diferente das garotinhas indefesas, ela é exatamente ao contrário, ela que cuida de tudo, e na "relação" que ela acaba tendo com Peeta nos Jogos, como diria um amigo meu ela é o "Macho da Relação", ela cuida dele e arranja suprimentos. 
Peeta que é o outro Tributo do Distrito 12, acaba se mostrando um ótimo jogador, mas assim como Katniss eu meio que fiquei confusa com ele, porque você não consegue saber se as atitudes dele foram para se manter vivo, para manter ela viva, ou apenas para vencer o jogo. E você não tem certeza se ele está mentindo ou falando a verdade, mas acho que é mais porque Katniss o descreve sempre com desconfiança e como um ótimo jogador e mentiroso. 
Bem teme outros personagens como Cinna, achei ele incrível, Haymitch, engraçado, irritante, mas com certeza um dos meus personagens preferidos, e Rue, garotinha do Distrito 11 que se alia com Katniss, e que acaba fazendo com que Katniss tenha ainda mais raiva da Capital. 
Tem também o Gale, que é o melhor amigo da Katniss e com certeza ela sente algo a mais por ele, mas não admite, e isso fica ainda mais confuso quando Peeta aparece, e em fim, dá a impressão que vai ser um triângulo amoroso, ou não, mas tenho certeza que vai ser interessante. 
O livro, apesar de ter uma pitadinha de romance, é praticamente aventura o tempo inteiro, estratégias, batalhas, a vida dura, fome, caçadas, tudo descrito perfeitamente, e de um modo que te prende do início ao fim do livro, e com o fim incrivelmente sedutor e que te deixa curioso para comprar o próximo livro, Jogos Vorazes é um daqueles livros que você vai querer ir correndo na livraria comprar a continuação. 


Bem, Jogos Vorazes vai ser transformado em filme ainda esse ano, e tenho certeza que esse filme promete! Aí vai o trailer:

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Navegando por aí olha o que eu achei...

Bem, hoje quando fui escrever a Resenha de Chama Negra, da série Os Imortais da Alyson Nöel, eu acabei achando um video de quando ela esteve no Brasil, durante um bate papo em São Paulo, eu amei o video e achei a autora super legal, eu já era fã do seu trabalho, mesmo achando a Ever uma personagem principal diferente e bem isso que torna os livros dela que eu já li legais,  e virei ainda mais fã!
Espero que curtam o video, e já que eu gostei, pensei em colocar aqui no blog (: Bem aí vai o video, espero que gostem! 


Beijinhos ;*
Bibi. 

Resenha: Chama Negra.

Sinopse: Enquanto tenta ajudar Haven na transição para a vida imortal e libertar Damen do feitiço que não a permite tocar nele, Ever se aprofunda mais e mais nos mistérios da magia negra. O feitiço, porém, vira contra a feiticeira, e ela se vê presa a seu maior inimigo: Roman. A força estranha e poderosa que toma conta de seu corpo impede que Ever consiga parar de pensar nele e de desejá-lo. Ela quer resistir à atração incontrolável que a está consumindo. Ele quer se aproveitar desse momento de fraqueza. A ponto de se render, Ever procura a ajuda de Jude, arriscando tudo e todos para salvar a própria vida e seu futuro com Damen...


























Bem, eu amo a autora e o jeito que ela escreve, só que a Ever me dá raiva, eu estou falando sério, ela só fez burradas até a metade do livro, e o Damen quase nem apareceu, mas bem, quando a Ava reaparece (eu sempre gostei da Ava) a história fica legal, a Ever começa a aprender as coisas, ou pelo meno sé o que eu achei. 
Tudo bem, eu adoro o Jude, mas o Damen é bem legal, e não porque ele é o perfeitinho ou algo assim, mas é porque apesar de tudo o que a Ever faz, ele continua amando ela. Sabe, apesar de eu realmente ficar com raiva da Ever e querer entrar no livro para socar ela, é isso que me encanta nos livros dessa série. 
A autora criou uma história cativante, não é bem de aventura, mas é uma coisa que poderia ser possível, e escolhei a personagem mais negativa de todos os livros que eu já li como personagem principal, e o drama que é ela e o Damen não poderem mais se tocar (pelo menos no plano Terreno) é realmente o que prende. 
Esse livro foi bem melhor do que o Terra das Sombras, e espero que finalmente a Ever aprenda a confiar no Damen. É um romance legal, e para quem gosta do gênero e que misture o sobrenatural junto é um ótimo livro. 

Resenha: Paixão.

Sinopse: Antes que Luce e Daniel se conhecessem na Sword & Cross e tivessem lutado contra Imortais e Párias, eles viveram muitas vidas. O amor de Luce por Daniel é mais forte do que tudo, exceto, talvez, pela necessidade de saber mais sobre a história dos dois e as razões por trás da maldição que atormenta suas vidas. Levada por um impulso irracional, Luce se arrisca ao mergulhar em um Anunciador e começa a atravessar os séculos. Ao encontrar versões passadas de si mesma e de Daniel, vai recolhendo pistas que podem ajudá-la a compreender seu destino.




















O terceiro livro da série Fallen me surpreendeu, estou falando sério, o segundo livro me deixou com muita raiva do Daniel, e o primeiro cheia de perguntas, e no terceiro livro a auto realmente surpreendeu. Primeiro porque eu amei da atitude da Luce de ir atrás do seu passado, e deixar para trás Daniel e tudo o mais, porque ela queria saber o que estavam escondendo dela, e conhecer suas vidas passadas. 
E bem minha raiva do Daniel passou, a partir do momento que o passado dele foi se explicando, e a Luce foi vendo o quanto ele sofria, e a autora arrasou nisso com certeza. 
Bem, o começo do livro já mostra que ele vai ser mais agitado do que os outros livros da série, e como vai se revezando entre sentimentos da Luce e do Daniel, você começa a entender muito bem o que aconteceu, e o que levou a eles se apaixonarem, e porque a Luce está destinada sempre a morrer, morrer, e morrer, e porque ela quebrou o ciclo. 
Achei que a Luce foi corajosa e o Daniel também, adorei esse livro, ele superou todas as minhas expectativas e o final me deixou curiosa para ler o próximo livro. Eu simplesmente amei! E espero que Lauren Kate continue nos surpreendendo, porque realmente esse foi o melhor livro da série até agora, pelo menos foi o que eu achei. 

Resenha: Insaciável.

Sinopse: Meena tem o dom de prever o futuro e usa isso para escrever uma novela de sucesso. Justo quando ela previu uma moda de temas vampirescos, ataques de vampiros tomam NY. Ela vai ser usada por um simpático detetive da Guarda Palatina para, se aproveitando de seus dons de vidente, para procurar um vampiro de péssima reputação. O problema é que ela se apaixona pelo procurado.


















Bem, Insaciável não é um livro onde a mocinha no fim fica com o vampiro e vai viver feliz para sempre com ele, pelo menos nesse livro Meena Harper é o oposto de toda a mocinha de livro de vampiros, e sabe porque? Ela ODEIA vampiros, está de saco cheio deles, e quando a nova redatora-chefe fala que vai aparecer um vampiro na novela que ela faz um roteiro, ela fica com raiva, mas ela já estava furiosa por  Soshana, a nova redatora chefe, ter conseguido a vaga que ela queria. Muito bem, ela acha que a semana dela está péssima, mas não sabe que tudo vai piorar quando conhece Lucien Antonesco, um cara sedutor, que é apresentado para ela como princípe. E adivinhe aí está o nosso vampiro. 
Eu particularmente preferi o Alaric, que é o Guarda da Palatina, um dos melhores aliás, que vem atrás de Lucien, que é o principe das Trevas, na verdade Alaric vem até NY para conferir a morte de umas meninas, mas por culpa de um incidente em Berlim, ele deseja matar Lucien. Em fim, o Alaric é irritante, e quando invade o apartamento da Meena a cena é hilária, eu realmente gostei dele. 
Bem, Meena tem o estranho poder de prever a morte de pessoas, e começa meio que ver o futuro, e a Palatina acaba convidado ela para entrar, e é por isso que eu amei Insaciável, a Meena é imprevisível, ela ama o Lucien, mas odeia vampiros, briga com o Alaric, mas consegue se preocupar com a vida dele, e o final desse livro é surpreendente. 
Realmente Meg Cabot arrasou nesse livro, e provou mais uma vez porque é uma das minhas autoras preferidas! 



Resenha: Beijada por Um Anjo.

Sinopse: Beijada por um anjo é o primeiro volume da série, escrita por Elizabeth Chandler. Ivy sempre acreditou em anjos… Quando ela conhece Tristan, descobre que ele é o amor da sua vida. Quando ele morre, seu coração está quebrado e sua crença em anjos desaparece. E sem essa crença, ela é incapaz de sentir a presença de Tristan, quando ele retorna – como um anjo.Agora, Ivy está correndo um terrível perigo, e Tristan está lutando para salvá-la. Como ele conseguirá protegê-la se ela perdeu a fé em anjos? E se ele conseguir salvá-la, ele terá terminado sua missão aqui na terra e terá que partir para sempre deixando-a para trás. Afinal, Salvar Ivy seria o mesmo que perdê-la justamente quando consegue reencontrá-la? 











Bem, eu ganhei o liro no amigo secreto da família, confesso que já faz um bom tempo que eu quero lê-lo, a história é bem interessante, e a capa dele é muito linda e bem elaborada. Eu achei a história super linda e cativante, mas um pouco confusa, o tempo dela não é muito bem relatado, e o amor de Ivy e Tristan é meio confuso, o namoro deles parece durar pouco, mesmo que de para perceber que é super bonito.
Confesso que a história é bem elaborada, e a força da Ivy é surpreendente, ela acaba vencendo seu medo por água, mas achei que ele perdeu a fé muito rápido nos anjos. Mesmo que isso tenha sido importante, já que o Tristan vira um anjo, e é meio engraçado, porque ele não consegue entender direito o que está acontecendo. 
Eu achei incrível a história, e por ser o primeiro livro um pouquinho parado, e mais apresentando os personagens do que qualquer outra coisa, e colocando um pouco das histórias individuais da Ivy e do Tristan, mas meio vagamente. E mesmo com o tempo sendo meio confuso, a história flui rapidamente ( eu li em um dia!) , e você com certeza vai ficar ansioso para ler o resto da série.



Ahh eu entrei no site da série, e é muito lindo gente, deem uma passadinha lá: