sábado, 10 de março de 2012

Resenha: O Trono de Fogo.

Sinopse: Os deuses do Egito Antigo foram libertados, e desde então Carter Kane e sua irmã, Sadie, vivem mergulhados em problemas. Descendentes da Casa da Vida, ordem secreta que remonta à época dos faraós, os dois têm poderes especiais, mas ainda não os dominam por completo - refugiados na Casa do Brooklin, local de aprendizado para novos magos, eles correm contra o tempo. Seu inimigo mais ameaçador, Apófis, está se erguendo, e em poucos dias o mundo terá um final trágico.
Para terem alguma chance de derrotar as forças do caos, precisarão da ajuda de Rá, o Deus Sol. Despertá-lo não será fácil: nenhum mago jamais conseguiu. Carter e Sadie terão de rodar o mundo em busca das três partes do Livro de Rá, para só então começarem a decifrar seus encantamentos. E, é claro, ninguém faz ideia de onde está o Deus. 

Eu estava desde o natal querendo ler esse livro, só que outros livros apareceram e aí no fim eu demorei alguns meses para conseguir comprar (tecnicamente eu ganhei o livro da minha mãe, mas isso não vem ao caso), como o livro é do Rick Riordan eu não podia esperar nada além de que seria um livro fantástico.
Eu achei esse livro muito bom, uma continuação perfeita, e que com certeza vai ir se encaixando nos próximos volumes e fazer com que pensemos "Como não notei isso antes?". Esse livro já tive algumas perguntas dessas, porque é incrível o jeito como Riordan consegue tecer suas histórias de uma maneira que tudo, mas tudo mesmo vá se ligando e fazendo sentindo.
A narrativa do livro é alternada entre Sadie e Carter, eu particularmente acho a Sadie mais divertida que o Carter, digamos que Sadie é mais rebelde, se mete em muita confusão, mas normalmente consegue fazer o que precisa fazer, sem contar que como ela segue O Caminho de Ísis, a deusa da magia, quando ela faz os encantamentos é super legal.
Eu acho que os Kane tem uma facilidade incrível em explodir coisas e se meter em confusão, mas isso é típico de personagens de livros, só que Sadie e Carter se metem em confusões do tipo "Cara, o mundo vai acabar amanhã e é bem capaz de não conseguirmos deter nada". 
Tem outros personagens como Anúbis, a Sadie tem tipo uma quedinha pelo deus chacal que perto dela sempre é um garoto super lindo. E Set, que apesar de ter sido o grande vilão, e não ser bonzinho, as partes que aparece me fizeram rir muito, e me conquistar, quer dizer, vilões engraçados não são tão fáceis de se encontrar, ainda mais os que consigam irritar Sadie Kane, ou serem irritados por ela.
Eu achei a aventura desse livro super bem bolada, inclusive como ela começa e como ela termina. A narrativa das lutas é emocionante e cômica, e os momentos das pequenas discussões de Carter e Sadie são as melhores partes. Na verdade tem várias partes legais, a parte que o Bes aparece, Anúbis e Sadie no cemitério... E não vou falar muito, se quiserem saber mais leiam o livro!
Ah! Mais um detalhe Rick Riordan fez uma personagem que é brasileira, e cita o nosso país no começo, e isso fez que o livro me conquistasse ainda mais! Ou seja, esse livro é perfeito, e hilário.


Nenhum comentário:

Postar um comentário