domingo, 22 de julho de 2012

Resenha do livro: O Filho de Netuno.

O Filho de NetunoSinopse: Em O Filho de Netuno, Percy está confuso após acordar de um longo sono e não sabe muito mais que o próprio nome. Mesmo quando a loba Lupa lhe conta que ele é um semideus sua, mente continua nebulosa. De alguma forma, Percy consegue chegar a um acampamento de meios-sangues, mas surpreendentemente o lugar não o ajuda a recobrar qualquer lembrança. A única coisa que consegue recordar é outro nome: Annabeth.










Primeiras palavras, finalmente eu consegui achar esse livro nas livrarias, que eu vou te contar hein! Fiquei uns dois meses tentando comprar, e parecia que ele estava me trollando, porque eu chegava, e a moça falava "Já acabou!". Em fim, eu comprei e aqui vai as minhas impressões... 
Eu amo o Tio Rick, amo mesmo, mesmo ele tendo o talento de terminar livros e deixar os leitores mais curiosos ainda! Não, eu não estou reclamando, não mesmo, porque a história do livro é perfeita. 
Bem, nesse livro, como você já conhece o personagem dá uma raivinha básica da Hera/Juno, ter tirado a memória do Percy. Mas tudo bem, como no primeiro livro, eu já sabia que ele ia estar sem memória e tal. 
Certo, como precisa explicar como funciona o acampamento Júpiter, que é o acampamento dos semideuses filhos dos deuses em forma Romana, o livro no começo fica um pouco monótono, e talvez por isso eu tenha gostado mais do primeiro, mas eu preferir o primeiro não quer dizer que esse não tenha sido maravilhoso!
O acampamento Júpiter é bem mais organizado que o acampamento Meio Sangue, e um tantinho mais cruel, não sei como os semideuses de lá ainda não enlouqueceram, mas a parte de ter uma cidade e garantir um futuro até que seguro para os semideuses e proteger as outras gerações, ou seja os filhos desses semideuses, também é legal. 
Em fim, eu amei a Hazel e o Frank, amei mesmo, sério, eles são personagens bem elaborados, e a história deles são muito, muito, muito fantásticas, para não falar um palavrão e queimar o meu filme como "escritora" de bom vocabulário.
Em fim, outra vez, Rick Riordan arrasou com a história, o livro é fantástico e o fim tem aquele gostinho de "EU PRECISO DO OUTRO LIVRO URGENTEMENTE!". Em fim, recomendo, não só o livro, mas como todos os livros do Senhor Rick Riordan!

Nenhum comentário:

Postar um comentário