quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Internet Ruim e Nescafé

  A internet ruim é algo irritante. Só cai e mal funciona, causando um mau humor danado para quem usa, e digo mau humor para os controlados, porque para os impacientes explosivos (como eu) passam raiva e acabam por se irritar e descontar em quem estiver por perto.
                O problema da internet que não funciona como deveria, é que ela nos engana, nos ilude e nos usa, deixando-nos ainda mais na frente do computador, para que por algum motivo continuemos a passar nosso tempo passando raiva e o gastando em algo que por não funcionar como deveria, é quase como não fazer nada.
                E também é assim o nescafé, ele deveria ser café, mas não é. Não tem o mesmo gosto, e deveria ter, ou assim, você é iludido a pensar. Mas o gosto é diferente, e para alguém que aprecia o bom café, entende o que estou tentando falar (ou não, minha mãe ama café e também ama nescafé... Acho que a culpa disso é por ela ser de gêmeos... Não que eu acredite em signos...).
                E por que escrevo sobre isso? Em uma tarde bonitinha como a de hoje (todas as tardes parecem bonitas quando o nosso humor não está tão ruim), estou aqui, em um lugar com a pior internet do mundo (observação: minha prima sofre demais com a internet dela, sério) e  com nescafé, morrendo de vontade de uma boa conexão e de um café de verdade.
                Mas como nem tudo são flores, e ás vezes precisamos ser iludidos, aqui estou perdendo meu tempo com coisas que deveriam ser uma coisa, mas não são. E isso me leva a pensar que ando cercada por pessoas que deveriam ser uma coisa, ou aparentam ser uma coisa, e no final não possuem o mesmo gosto, ou desperdiçam seu tempo sendo sem sentido, sem ser o que deveriam, mas aparentando ser outra coisa.
                E cansada de pessoas nescafés e de conexões ruins, resolvi escrever sobre algo aleatório, pois o escrever me encanta. E aproveito para reclamar das coisas que me incomodam, pois já que nasci com a arte de escrever, vou colocar na minha inspiração um pouco da minha revolta.
 E sim, já comecei a enrolar. Porque não estou pronta para parar de escrever sobre conexões perdidas e nescafés abandonados. E nem de pessoas que me deixam chocada com o mundo que nos cerca. Mas assim como existem boas conexões, café de verdade, ainda existem pessoas que ao invés de me deixar chocada de uma maneira ruim, deixam-me chocada pelo talento e pela bondade. E essa esperança que me faz sorrir, e estar com um bom humor hoje.

Pois é a esperança de um mundo bom, com conexões perfeitas, cafés quentinhos e pessoas boas que me lembra de que todas as flores um dia florescem, que toda rosa um dia desabrocha, que toda árvore um dia cresce, e que toda alma um dia evolui, que me mantém certa de que nem tudo está perdido.
Obs: Imagens do Google, donos dela sintam-se creditados.

3 comentários:

  1. Você divaga lindamente hahaha Sério,texto muito bom,parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir