Pular para o conteúdo principal

Coisas que aprendi na rodoviária

Algumas coisas que nos últimos dias andei observando na rodoviária:
Station1-Ônibus que não saí da cidade, nunca, em hipótese alguma irá chegar sem no mínimo meia hora de atraso.
2-Se você não sabe que ônibus pegar, segue a massa porque o motorista e o pessoal da rodoviária sabem menos do que você.
3-É muito fácil pegar no sono em qualquer canto esperando o "busão".
4-A quantia de gente fumando é impressionando.
5-O cheiro de cigarro das pessoas no ônibus é algo quase insuportável.
6-Ouvir a conversa alheia sem querer pode fazer você presenciar momentos inusitados e hilários (e não, você não vai poder rir alto, então vai sair contando para todo mundo e tendo aquelas famosas histórias da vida).
7-É muito importante ter um livro para ficar lendo, ou um jogo interessante no celular, porque senão você vai acabar dormindo.
8-O atendente do barzinho da rodoviária vai começar a gravar as coisas que você escolhe e nem vai mais precisar somar o que você pega, de tão previsível que somos e não percebemos.
9-Você vai entender a importância de salgadinhos e refrigerantes.
(1) - Dαrk Pαrαdise. | via Facebook10-Sempre que sentir cheiro de cigarro vai se lembrar da rodoviária.
11-Sempre que um ônibus chegar você vai sair correndo ver se não é o seu (e é mais ou menos aí que você vai ver que tem motorista mais perdido que você).
13-Você vai aprender a ter paciência (MUITA paciência!).
14-Vai ter tempo para pensar em coisas inúteis e ocupar a mente com hipóteses inúteis (mais ou menos como: E se os motoristas fossem uma classe de monstros disfarçadas de humanos que formam uma sociedade secreta que querem dominar o mundo?).
16-Vai ter tempo de pensar em listas inúteis.
17-Vai entender o prazer que é ver seu ônibus finalmente chegar.
18-E com certeza vai entender que a melhor coisa do mundo é sentar na poltrona e cair em um sono gostoso e leve, que te descansa mais do que uma noite inteira mal dormida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

20 conselhos de alguém com quase 20 anos

Oi, tem alguém aí? Em dez dias eu faço duas décadas de existência. E isso é muita coisa, ou pouca, depende do ponto de vista. Mas do meu ponto de vista é um bocado, que só me diz que tem mais um bocado pela frente (Graças a Deusa), e que já aprendi muito, e que ainda tem muito a aprender. Nesses últimos 19 anos eu aprendi muitas coisas, mas a principal é que essa vida só tem significado enquanto estamos aprendendo algo, que cada dia é uma lição e que enquanto você não aprender a lição que a vida quer lhe dar você vai continuar sendo colocada nas mesmas situações. Eu sei que a maioria das pessoas acredita que só aprendemos na prática, mas não acredito nisso porque já aprendi muito com conselhos dos outros ou ouvindo histórias dos outros e evitando repetir o mesmo erro, afinal, mesmo que não fosse comigo a situação era parecida e o resultado provavelmente seria o mesmo. Digo isso porque vou compartilhar 20 coisas que aprendi ao longo desses quase 20 anos e acho que podem ser muito út…

Resenha: O poeta do exílio.

e
Sinopse: Pedro e Júlia estavam animados. Sua banda era finalista do festival estudantil Vozes de Classe. O regulamento exigia que as músicas se inspirassem em poetas brasileiros. Cada banda interpretou essa exigência à sua maneira. Precisavam agora animar a torcida. Os jovens criam cartazes, lançam torpedos, folhetos etc. E precisam também reunir informações sobre Gonçalves Dias, o autor do poema que deu origem à música classificada. Então, Pedro teve a ideia de criar um blog especial. Nasceu assim o BlogDoDias. Ali cabia tudo o que se relacionasse a Gonçalves Dias: poemas, cartas, artigos de jornal, documentos da época do poeta... Enfim, o blog agitou a galera e acabou se transformando em um completo dossiê sobre o poeta. No meio de todo esse agito, Pedro e Júlia parece que estão...Ah, os poemas de amor de Gonçalves Dias...
Certo, hoje de manhã a linda da coordenadora do colégio apareceu com os livros que iremos ler esse trimestre, eu nem um pouco metida, já li o meu livro, primeiro …

Internet Ruim e Nescafé

A internet ruim é algo irritante. Só cai e mal funciona, causando um mau humor danado para quem usa, e digo mau humor para os controlados, porque para os impacientes explosivos (como eu) passam raiva e acabam por se irritar e descontar em quem estiver por perto.
                O problema da internet que não funciona como deveria, é que ela nos engana, nos ilude e nos usa, deixando-nos ainda mais na frente do computador, para que por algum motivo continuemos a passar nosso tempo passando raiva e o gastando em algo que por não funcionar como deveria, é quase como não fazer nada.                 E também é assim o nescafé, ele deveria ser café, mas não é. Não tem o mesmo gosto, e deveria ter, ou assim, você é iludido a pensar. Mas o gosto é diferente, e para alguém que aprecia o bom café, entende o que estou tentando falar (ou não, minha mãe ama café e também ama nescafé... Acho que a culpa disso é por ela ser de gêmeos... Não que eu acredite em signos...).                 E por que es…