sábado, 27 de dezembro de 2014

Resenha do Livro Churumela e o Amuleto de Belizar

                Churumela e o Amuleto de Belizar conta a história de... Bem, da Churumela, uma garota de quinze anos que perdeu o pai com treze e desde lá trabalha em uma lanchonete, esquivando-se da baba venenosa do chefe e contando com alguns amigos. Ela tem um nariz de coxinha e olhos violeta.
                A vida dela já não é algo tão normal, mas ao completar 16 anos ela descobre de várias maneiras bem interessantes e que se eu contar vai ser spoiler, que na verdade ela é princesa, ou melhor a Lizka de um mundo chamado Bakía e que precisava voltar para lá e achar o Amuleto de Belizar, um amuleto muito poderoso que sua mãe deixou para ela.
                A história é contada de uma maneira simples pelos olhos da Chu, que é uma personagem super engraçada e simpática, ela fica o tempo todo falando com o leitor e soltado piadinhas nos momentos menos propícios, ela também tem o talento de deixar os poderes de princesa ela falharem no momento que ela mais precisa.
                Temos vários personagens interessantes,  o Xadrez, que é o cachorro da Chu e que vive fazendo xixi em todos os lugares, menos no jornal; a Paulinha, melhor amiga da Chu, o Rafael que digamos assim é um amigo quase colorido, a Dona Margarida, professora de Balé e o Senhor Astróbilo (acho que é assim o nome dele), um senhor simpático que a Chu conhece da biblioteca. Bem, esses são os amigos inicialmente apresentados no livro, os demais não vou contar, porque novamente seria spoiler e você deveria ler o livro para descobrir quem são.
                Pois bem, recebi o livro em parceria com a autora Elaine Souza e demorei um pouco com a resenha, pois demorei com a leitura do livro devido aos livros de vestibular e tudo o mais. Mas hoje terminei de ler e juro que nunca ri tanto lendo um livro quanto esse.
                O livro tem uma linguagem simples, ou seja, se você é um leitor que espera algo tipo Tolkien, você não vai achar. A narrativa é engraçada e as vezes até infantil, porém o livro não é destinado a adultos e sim a pré-adolescentes e jovens, ao menos eu recomendo para esse público, pois a linguagem e a história são perfeitos para essa faixa etária.
                Churumela, é um livro encantador, como falei ele é engraçado, mas por trás de uma história digna de contos de fadas, há várias lições perfeitas dentro dele, por exemplo que a esperança e a fé andam juntas, que devemos saber quem são e confiar sempre nos nossos amigos e em nós mesmos.
                Talvez isso seja spoiler então se você não curte (o que provavelmente não curte, mas é curioso e quer ler) esteja avisado. No livro, os cidadãos de Bakía guardam a alma deles (creio que é isso) em espelhos, e quando eles morrem é como se o espelho deles fosse partido. E eu adorei essa analogia, achei muito legal mesmo.
                Enfim, pronto, spoiler dado, avisos ditos, agora vamos a visão geral do livro. Eu adorei a leitura, é super agradável e flui super rápida, se eu não tivesse parado a leitura, teria lido em uns dois dias, mas como comecei, parei, continuei, parei, demorei um boom tempo. Mas é algo que flui, tem algumas partes que você pode entrar em agonia com a inocência da Chu, mas o livro em si é inocente, com a definição bem clara de quem é do bem e quem e do mal.
                Como já devo ter dito umas quinhentas vezes o livro é super engraçado, sério, a personagem é muito hilária e é um livro muito fofo e bonitinho. Recomendo a leitura e se você estiver pensando em dar um livro para alguém de sete a treze anos para incentivar a leitura, super recomendado como presente. Porque é um livro ótimo para os mais novos e como ele é muito legal vai incentivar muito a leitura.

      Sinopse:

 

    Curiosidades:

    
Mais informações sobre o livro:

2 comentários:

  1. Nossa fiquei bem interessada.
    http://cantinhodacarolll.blogspot.com.br/2014/12/sombra-e-ossos_29.html#comment-form

    ResponderExcluir